Uma Odisseia Coreana — It's Lizzie



Filmes e Séries

Uma Odisseia Coreana

© Créditos/Reprodução: Uma Odisseia Coreana (화유기) / tvN / Netflix

Esta resenha pode e com certeza contém o temido spoiler.. Depois não diz que não avisei, hein?!

A resenha de hoje é sobre um drama sul-coreano que vocês me indicaram bastante nos comentários e no e-mail. E gente, sério, muito obrigada à todos vocês que me indicam dramas incríveis, vocês são maravilhosos!

Continuem me indicando dramas, por favor. Eu posso demorar um pouco para assistir, afinal vida de estudante é bem agitada né,  mas irei assistir todos que vocês me indicam.

Sinopse da Netflix ⤸

“Um ser mítico luta para se tornar invencível, mas seu plano dá errado quando ele se vê nas mãos de uma garota capaz de ver criaturas sobrenaturais.”

De acordo com a Netflix, a classificação indicativa é de dezesseis anos.

A jovem Seon-mi nasceu com uma habilidade muito especial – ela pode ver espíritos e fantasmas – mas nem todos acham que essa habilidade é especial; sua família acredita que ela é na verdade uma pessoa amaldiçoada. A única pessoa da sua família que ficou ao seu lado foi a sua avó; aliás apenas a sua avó e seu guarda-chuva amarelo, que possui um feitiço de proteção escritos por um monge budista, são as únicas proteção que a jovem possui.

© Créditos/Reprodução: Uma Odisseia Coreana (화유기) / tvN / Netflix

Ainda quando criança, Seon-mi, interpretada pela atriz Kal So-won,  estava caminhando para a escola enquanto um fantasma a seguia, e isso foi observado por um homem muito misterioso de terno e cartola preta. Esse homem misterioso e de cartola preta acaba a ajudando e pede um favor a pequena Seon-mi mas ela é muito esperta e faz um acordo: O homem misterioso deveria trocar de guarda-chuva com ela.

Ela começa então a caminhar por uma floresta misteriosa para cumprir o favor que aquele homem misterioso de cartola preta à pediu, entrar em uma casa mágica e recuperar um objeto. Durante seu trajeto ela pensa sobre as instruções que recebeu: Ignorar qualquer pessoa que encontrar lá.

A pessoa que está dentro da casa mágica é um homem de aparência jovem e que acaba persuadindo a pequena Seon-mi a ajudá-lo e em troca ele teria que ajudá-la a se defender dos espíritos malignos que a perseguem, ou seja, quando ela chamasse o nome dele ele teria que aparecer para ajudá-la. Esse homem é o Son Oh-gong, interpretado Lee Seung-gi, Rei Macaco, um deus sábio, que foi aprisionado por cometer crimes no plano celestial e claro que ele seria espertinho demais e passaria a perna na pequena Seon-mi; ele tirou parte da memória dela, fazendo assim com que ela esquecesse o nome dele e não fosse capaz de conjurá-lo quando precisasse de ajuda.

Seon-mi, interpretada pela Oh Yeon-seo, cresce tendo que enfrentar sozinha, com o seu guarda-chuva amarelo, os espíritos malignos enquanto tentava se lembrar o nome daquele “mago” que prometeu a ajudá-la. Ela também se aproveitou dessa habilidade especial para se tornar dona de uma imobiliária especializadas em comprar casas casas mal-assombradas para exorcizar os espíritos e depois vendê-los com uma boa margem de lucro.

Certo dia, em uma avenida movimentada, Seon-mi acaba avistando o Oh-gong atravessando a rua e decidi sair do carro e correr atrás dele para perguntar o por que ele fez aquilo com ela e ele, mais uma vez, é bem babaca e simplesmente dá uma resposta insatisfatória; porém, o Oh-ong está tentando se tornar uma divindade e tem tentado fazer boas ações destruindo espíritos malignos para colecionar pontos no plano celestial.

Um dos espíritos malignos que ele vai exorcizar, acaba contando para ele uma nova Samjang nasceu e que quem devorá-la poderá ter muitos poderes e se tornar uma divindade; ele também descobre que a Samjang é aquela jovem da qual ele enganou enquanto ela era criança e ele não pode devorar ela por causa da promessa que fez a ela no passado.

© Créditos/Reprodução: Uma Odisseia Coreana (화유기) / tvN / Netflix

Oh-gong tenta descobrir uma maneira para convencer Seon-mi a desistir da promessa e assim deixar ele devorar ela. Inclusive ele preparou diversos molhos para este momento. Muitas coisas acontecem e a Seon-mi, juntamente com aquele homem misterioso de cartola preta, que eu contei lá em cima, colocam um artefato mágico no pulso do Oh-gong, o Geumganggo. Este artefato mágico obriga Oh-gong a proteger Seon-mi e caso ele se recuse ele sofre fortes dores no coração. Ou seja, o plano do Rei Macaco não vai ser fácil de se concretizar, né?!

A história do drama é muito boa e divertida. É raro eu assistir dramas dublados mas eu assisti alguns episódios para poder contar melhor para vocês o que eu achei  e bem, a dublagem está maravilhosa e os dubladores conseguiram encaixar muito bem as emoções dos personagens. E gente, é impossível não se apegar aos personagens, eles são tão carismáticos. O final foi bem inesperado para mim mas ainda sim foi muito bom e me deixou com um gostinho de quero mais mas até o momento não há notícias concretas sobre isso.

Algumas músicas do drama ⤸

  • BUMKEY – When I Saw You
  • 뉴이스트 W (NU`EST W) – Let Me Out
  • (JIMIN, YuNa) (AOA) – If You Were Me
  • Ben – If We Were Destined
  • Suran – I’ll Be Fine

E vocês, o que acharam? Já Assistiram Uma Odisseia Coreana? O que vocês tem assistido ultimamente? Qual drama vocês me indicam?

30 respostas para “Uma Odisseia Coreana”

  1. Confesso que não sou fã de entretenimento sobrenatural, mas eu achei a história desse drama bem contada, quase como uma fábula infantil. A ambientação também deve ser bem bonita né?!
    Não costumo assistir doramas e dramas, mas quando assisto é sempre dublado, apesar de realmente achar que a língua original deixa tudo mais vívido.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

  2. Em resumo, uma história bem louca, né? Hahaha! Brincadeiras à parte achei uma graça o detalhe do guarda-chuva amarelo. Essa coisa de espíritos malignos e fantasmas não é muito a minha praia, mas achei o drama bem divertido. Beijo, beijo :*

  3. Eu não conhecia esse dorama mas enquanto lia a resenha lembrei de um outro bem sobrenatural que assisti por indicação de uma amiga, ele se chama The Master’s Sun, é bem antiguinho.
    Eu gosto muito de assistir doramas por ser uma opção leve e divertida mesmo, sem contar poder acompanhar todo o universo coreano que acho muito interessante!

    Estava com saudade de assistir uns doraminhas e comecei “it’s okay to not be okay” porque estava o maior hype no twitter hahaha. Adorei a sua indicação e vou salvar na listinhaa💜✨
    Beijoss, Blog Seja Agridoce ♥️♥️♥️

  4. Oi LIzzie
    Ainda bem que ficou surpreendida com o final do dorama, eu nunca assisti a nenhum kkkk, mas sei que está em voga assistir, deve ser por acharmos os coreanos exóticos e uma cultura sobre a qual sabemos pouco!!
    xoox

    marisasclosetblog.com

  5. Oiie, tudo bem?

    Já recebi várias indicações de dramas assim, mas nunca encontrei um que me desse muita vontade de assistir. Apesar de ter achado a proposta desse bem interessante e diferente, não sou lá muito chegada a coisas sobrenaturais hahah prefiro uma coisinha mais leve, então se tiver uma indicação nessa vibe, quero, pois tenho muita curiosidade sobre esse tipo de conteúdo!
    Beijos, boa semana!
    https://treesdedezembro.blogspot.com/

    • Oii miga! Estou bem sim e você sua maravilhosaaaa? 💁🏻‍♀️✨

      Romance Is a Bonus Book é um drama bem levinho e não tem nada de sobrenatural; talvez você goste. Clica aqui pra conferir a resenha miga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hello!

Oi! Eu sou a Lizzie e este é o meu espaço na blogosfera. Sou uma aquariana que estuda idiomas e assiste dramas asiáticos. Ah, e eu sou a rainha das gambiarras Saiba mais!