Museu Judaico de São Paulo — It's Lizzie



 Lizzie  

Museu Judaico de São Paulo

Esta é a casa de “todos os povos”

Essa é frase que está na fachada de uma antiga sinagoga que hoje é um museu.

Entrada do Museu Judaico de São Paulo

Visitei o Museu Judaico de São Paulo no último sábado, 17, com a minha mãe e a minha avó materna. Esta foi a minha primeira visita a esse museu e eu simplesmente adorei conhecer sobre a  história, cultura, memórias, tradições e saber mais sobre o povo judeu.

O MUJ, como também é conhecido, fica no Templo Beth-El, uma antiga sinagoga.  O templo foi projetado pelo arquiteto Samuel Roder a partir de um convite de um grupo de imigrantes vindos da europa em 1928. O museu possui um estilo bizantino e contém sete lados o que enfatiza os sete dias da criação e as sete cores do arco-íris.

Famosos que são ou tem descendência judaica
Minha avó materna e a minha mãe olhando a exposição no Museu Judaico de São Paulo
Vista do museu pelo mezanino

O museu é atualmente o maior acervo judaico do Brasil e uma de seus comprometimentos é o combate a intolerância e ao preconceito com a educação. O museu possui uma incrível acessibilidade contando com mapas táteis e maquetes táteis e visitas com educadores-mediadores.

Maquete tátil
Maquete tátil

O museu também conta com vídeos explicativos históricos e uma biblioteca recheada de livros sobre a cultura, a história e sobre o povo judeu.

O MUJ possui uma sessão que conta sobre o quanto os judeus sofreram na Segunda Guerra Mundial. Esta sessão não recomendada para menores de 12 anos.

 

Exposição temporária

A exposição Botannica Tirannica de Giselle Beiguelman é uma exposição temporária do museu e estava disponível até ontem, 18. A artista fez um mapeamento de diversas espécies de plantas que possuem nomes científicos que são pejorativos como como Judeu errante, Orelha-de-judeu, Maria-sem-vergonha, Bunda-de-mulata, Catinga-de-mulata e entre muitos outros.

Divulgação da exposição temporária – Toda erva daninha é um ser rebelde.

Os preço do ingresso é R$ 20,00 e a meia-entrada é R$ 10,00 porém em respeito ao Shabat, dia sagrado de descanso para os judeus, o sábado será gratuito para todas as pessoas. Você pode comprar o seu ingresso ou garantir o seu ingresso gratuito, para visitas aos sábados, clicando aqui.

O MUJ fica localizado Rua Martinho Prado, 128 na Bela Vista aqui em São Paulo. O metrô mais próximo é o Anhangabaú ou o da República  #ficaadica

4 respostas para “Museu Judaico de São Paulo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Hello!

Oi! Eu sou a Lizzie e este é o meu espaço na blogosfera. Sou uma aquariana que estuda idiomas e assiste dramas asiáticos. Ah, e eu sou a rainha das gambiarras Saiba mais!