Erros que eu cometia quando eu comecei a estudar Coreano — It's Lizzie



Estudos

Erros que eu cometia quando eu comecei a estudar Coreano

Como vocês sabem, essa quarentena está sendo bem intensa para mim e por isso eu ás vezes eu dou umas sumidinhas daqui do blog e das redes sociais; estou tentando cuidar do meu psicológico e da minha vida espiritual. Estou tentando colocar as coisas em ordem. Percebi que ás vezes é necessário tirarmos um tempo para nós mesmos e tentar organizar a nossa bagunça interior e tomar as rédeas de nossa vida para assumirmos o controle.

Há algumas semanas atrás eu encontrei perdido aqui no meu quarto o caderno e quando iniciei a minha jornada estudando Coreano sozinha. Ao folhar as páginas eu senti uma sensação de nostalgia mas também percebi havia coisas que eu estudava errado e isso atrapalhava o meu rendimento nos estudos. Bom, eu também percebi que vocês, principalmente vocês meus leitores e leitoras que estudam Coreano, gostaram bastante das postagens que eu fiz falando sobre estudar Coreano e eu aproveitei para vim contar para vocês os erros que eu cometia quando eu comecei a estudar Coreano.

Bom, vamos lá…

Eu não praticava muito a pronúncia

Muita das vezes quando estudamos um idioma, por algum motivo, acabamos esquecendo de treinar a pronuncia e isso se torna também muito prejudicial; não somente estudando Coreano mas qualquer outro idioma.  E isso acontecia comigo, acho que a euforia de querer aprender logo me fazia pular ou esquecer essa parte muita das vezes.

 O que mudou depois que eu comecei a praticar pronúncia?

O Coreano é um idioma bastante fonético, na minha opinião todos idiomas são fonéticos, porém acredito que o Coreano é muito mais fonético por que, por exemplo, precisamos fazer movimentos com a língua e travar a garganta em determinados momentos para que consigamos pronunciar uma determinada palavra corretamente; assim como devemos mudar a entonação em determinados momentos também.

Quando treinamos a pronuncia, independe do idioma, nossa boca acaba se acostumando com os movimentos a pronuncia acaba soando naturalmente e corretamente.

A minha pronuncia está muito boa. Atualmente eu optei por estudar online e o acompanhamento da professora está sendo muito essencial para mim, principalmente nesta parte, pois não me sinto tão insegura ao ler um diálogo, por exemplo. Como a pronúncia melhora, ao praticarmos, a nossa audição também melhora.

Então minha dica é: Pratiquem a pronuncia, independente do idioma que você estiver aprendendo!

Evite a romanização

Romanizar tudo e mais um pouco

Eu já falei aqui algumas vezes sobre a romanização e como ela pode lhe atrasar nos estudos mas não custa nada relembrarmos, certo?! Eu iniciei minha jornada neste maravilhoso idioma asiático no dia 24 de janeiro de 2019 e como todo iniciante no idioma eu também cometia o erro de sair romanizando tudo e eu usava a romanização em inglês muita das vezes, afinal eu estudava utilizando livros completamente em inglês.

 O que mudou depois que eu larguei completamente esse hábito?

Eu definitavemente aprendi a ler em Coreano e a minha escrita melhorou bastante. Claro que às vezes eu cometo algum erro mas eu notei uma melhora significativa depois que larguei esse hábito.

Focar no Batchim

Lembro-me de já ter comentado aqui sobre não ficarem focados no Batchim e eu acho essencial relembrá-los disto novamente. Não, o Batchim não é um bicho de sete cabeças embora ás vezes pareça.

Sim, eu sei como vocês se sentem em relação ao Batchim e sim em algum momento do ano passado eu pensei assim, igual vocês, “Nossa, Batchim é muito difícil, nunca vou aprender isso”  e sabe o que percebi depois desse tempo me dedicando aos estudos? Ele não é tão assustador assim e que leva tempo até nos costumarmos e aprendê-lo.  Eu mesma ainda estou aprendendo.

Minha dica é: Não fiquem focados no Batchim, estudem outras coisas também para vocês não desanimarem. Lembre-se desta frase do Buda “O que você acredita, torna-se realidade“; então se você pensa que o Batchim é difícil, logo ele se tornará realmente difícil. Então muita calma, e siga estudando outros assuntos!

Revisar ajuda você a não esquecer rapidamente o que estudou

Não revisava o conteúdo que aprendi

Quando eu comecei a estudar Coreano sozinha eu estava no último semestre do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas na faculdade e a maior parte do meu tempo eu me dedicava nas matérias do curso pra não ganhar uma dependência logo no último semestre; então eu não revisava o conteúdo que eu estudava em Coreano, só o da faculdade mesmo.

Mas tudo mudou em Julho do ano passado por que o curso de ADS acabou, me formei,  e eu comecei a fazer um curso de Coreano; então desde o segundo semestre está sendo bem tranquilo para mim pois estou tendo bastante tempo para revisar os conteúdos.

 O que mudou depois que eu comecei a revisar o conteúdo?

Eu comecei a ter um ótimo aproveitamento dos estudos da língua coreana pois o conteúdo não fica no esquecimento tão rápido assim. Assim como eu fazia na faculdade de ADS, eu reviso o conteúdo fazendo anotações em post-it e resumos no caderno mesmo pois sei que este método realmente funciona para mim.

Minha dica é: Revisem sempre o conteúdo que vocês estudaram e descubram qual é o melhor método para vocês revisarem se é apenas lendo ou fazendo anotações e até mesmo resumos.

E vocês, estão estudando qual ou quais idiomas? Me contem aqui nos comentários ♥

14 respostas para “Erros que eu cometia quando eu comecei a estudar Coreano”

  1. Eu queria ser empenhada igual você pra começar a aprender as coisas sozinhas, mas eu sou totalmente preguiçosa e não gosto de estudar 🙁
    Quando eu fazia inglês eu tinha muita vergonha de pronunciar, mesmo estando num curso pra aprender, e acaba me sentindo mal com isso… É complicado.
    Mas adorei suas dicas, bem interesantes!

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    • Você pode treinar a pronúncia com música. Você pega a letra da música em inglês e coloca pra tocar e cantar junto. É uma maneira divertida e diferente mas que funciona, eu aprendi muita coisa em inglês assim rsrs

      Sobre ter medo de errar, não precisa ter medo. Eu mesma quando fazia curso presencial de inglês eu pronunciei praia errado e soou como bitch (vad*a) rsrs Senti vergonha mas passou. E agora no Coreano também errei mas foi na escrita, eu queria escrever praia e escrevi defecar na redação.. Fiquei dois dias com vergonha mas passou rsrs

  2. 언녕하세요!!
    Adoro seus posts!! Principalmente em relação aos estudos em coreano porque me ajudou bastante também!! Uma dúvida: você estuda todo dia? E quantas horas? Abraços

    • 언녕하세요? Ahhhh miga, fico feliz que os posts estejam lhe ajudando.
      Eu estudo todos os dias, mas confesso que como a quarentena me afetou psicologicamente, então tem dia em que eu não consigo estudar. Eu costumo estudar por mais de sete horas.

  3. A dica da pronúncia e revisar o conteúdo são fundamentais mesmo! Tenho que me atentar mais nesses dois detalhes. Estou no inglês e o teacher sempre fala isso. E que máximo estudar coreano! Acho que a parte da escrita que eu teria mais dificuldade. Mas adorei a frase do Buda e eu vou levá-la para a vida. 🙂

    Beijos, Carol
    http://www.pequenajornalista.com

    • Sim, treinar a pronúncia e revisar o conteúdo é essencial. Uma dica para você treinar a pronúncia é colocar aquela música em inglês que você gosta e pegar a letra em inglês e ir treinando; ajuda bastante e aprendi muito assim.

      Sobre a escrita do Coreano, tem folhas de caligrafia para aprendermos, ajuda bastante quem nunca teve nenhum contato com o idioma antes. Fico feliz que tenha gostado da frase do Buda <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hello!

Oi! Eu sou a Lizzie e este é o meu espaço na blogosfera. Sou uma aquariana que estuda idiomas e assiste dramas asiáticos. Ah, e eu sou a rainha das gambiarras Saiba mais!