Apenas uma peça qualquer em seu tabuleiro — It's Lizzie



Escritos

Apenas uma peça qualquer em seu tabuleiro

© Créditos/Reprodução: Charlie Solorzano | Unsplash

Mas agora vou me divertir pois temos dois caminhos. Ou a Hayra muda bastante ou torna-se igual a mim. — Disse Peter enquanto olhava fixamente para as peças em seu tabuleiro de xadrez.

Meus olhos estavam cansados de segurar a lágrima que eu insistia em não deixar cair. Peter mudou tanto ou eu que nunca cheguei o conhecer de verdade?

Vamos, Hayra. Você não aceitaria esse desafio atoa. É um jogo e eu me divirto jogando. — Peter deu uma risada sarcástica após pronuncia essas palavras.

Isso não se trata apenas de você, Peter. Ela não é a sua diversão e isso não é um jogo em que você pode simplesmente dar suas escolhas à ela. E se ela não escolher, deixá-la de amá-la? — Tentou Tiffany contornar a situação ao meu favor.

Tiffany conhecia Peter muito bem, diria até que ela o conhece melhor que eu, mas todas as tentativas de contornar a situação foram simplesmente de ralo à baixo. Peter continuava relutante e intocável. Será que um dia ele chegou a me amar? O que eu fui para ele todos esses anos? Apenas uma diversão? Mais e mais perguntas surgiam em meus pensamentos e tudo o que eu queria era estalar os dedos e sumir dali; ir para bem longe onde tudo ficasse bem.

Eu não pedi para a Hayra tentar entender este meu lado sombrio. Eu não pedi para ninguém tentar. Eu evito falar dessas coisas justamente por isso.. Não é um caminho predefinido por mim. Como já disse, eu amo analisar as personalidades das pessoas e me divertido com isso por mais estranho que isso seja. Eu não obriguei a Hayra a questionar as coisas e muito menos tentar ir a fundo em minha mente; eu não a obriguei a tentar provar que me ama. Eu sei como ela se sente. Eu não sou um cavaleiro montado em um cavalo branco. Não vou dizer todo dia o que eu sinto e eu nunca serei o cara que ela sonhou para casar. Tenho três lados da moeda: Uma que mostro, a outra que eu evito e os detalhes que eu oculto. Eu mostro os caminhos mas eu não sou Deus e nem Santo. Apenas mostro o que as pessoas são capazes. — Respondeu Peter à Tiffany enquanto me olhava.

Essas palavras me feriram mais que mil socos em meu estômago. Eu era apenas uma peça qualquer em seu tabuleiro, sem a possibilidade de se tornar rainha e dar um xeque-mate. De fato Peter me mostrou do que eu sou capaz mas da pior maneira possível. Eu sou capaz de mover céus e mares pela pessoa que eu amo mas quem eu amo não faria o mesmo por mim.

Os Escritos Perdidos de Hayra
Elizabeth Neri

14 respostas para “Apenas uma peça qualquer em seu tabuleiro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hello!

(Elizabeth) — Ítalo-brasileira, aspirante a filha de Poseidon, nascida em meados do século XX. Rainha dos dramas e das gambiarras que vive no mundo dos livros e dos doramas. Saiba mais!