A Noiva de Habaek — It's Lizzie



Filmes e Séries

A Noiva de Habaek

© Créditos/Reprodução: A Noiva de Habaek (하백의 신부) / tVN / Netflix

Esta resenha pode e com certeza contém o temido spoiler.. Depois não diz que não avisei, hein?!

Como diria a Lady Gaga “Brazil i’m devastated”. Eu acabei de maratonar o drama A Noiva de Habaek (하백의 신부) e agora me sinto completamente sem rumo na vida e estou escutando as OST, trilhas sonoras, do drama.

A sinopse que a nossa querida Netflix colocou foi essa ⤸

O deus da água Habaek procura a ajuda de uma psiquiatra predestinada a servi-lo para encontrar pedras divinas no mundo dos humanos.

As sinopses da Netflix não são lá aquelas coisas, sabemos, mas uma coisa me chamou a atenção ao ler: O deus da água. Como sabem, dramas que possuem deuses me chamam a atenção e tendem a me fazer maratonar e me sentir sem rumo na vida depois que eu assisto o último episódio e com este drama sul-coreano também não foi diferente!

Habaek, interpretador Nam Joo-hyuk, um lindo pisciano inclusive, é o deus da água e ele está prestes a se tornar Rei do País das Águas e Imperador do Reino dos Deuses mas para isto ele precisa cumprir algumas tarefas no mundo dos humanos. Uma dessas tarefas é encontrar três pedras poderosas e preciosas, que são guardadas no mundo dos humanos, para que ele possa se tornar rei.

Os deuses não sentem fome e tudo que desejam eles obtém facilmente em apenas um estalar de dedos mas quando Habaek chega no mundo dos mortais, mais precisamente na moderna cidade de Seul, ele acaba passando por bons e maus bocados juntamente com seu fiel servo Nam Soo-ri, interpretado pelo ator Park Kyoo-sun. Habaek descobre que perdeu seus poderes ao atravessar o portal para o mundo dos humanos e ele começa a sentir coisas que os humanos sentem, como fome, cansaço físico e a necessidade de possuir um teto para dormir.

Para piorar ainda mais a situação do deus da água e de seu fiel servo, eles perderam o mapa que os levariam para achar as pedras preciosas e por conta disto precisam achar a serva humana.

A serva humana é a So-ah, interpretada pela atriz Shin Se-kyung, uma jovem psiquiatra que está a beira da falência com a sua clinica por não conseguir clientes. A vida dela está um completo caos quando Habaek aparece a chamando-a de serva e dizendo que ele é o deus da água. A jovem não acredita em deuses ou qualquer assunto relacionado a isto e por isto começa a achar que Habaek sofre de sérios delírios e que ele precisa urgentemente de tratamento psiquiátrico.

“Os dentes-de-leão debaixo do poste s moviam intensamente. Como conseguimos ir tão longe juntos? O amor surgiu porque nós passamos por momentos bonitos juntos? Agora acredito que não existe coincidência no amor. Acredito que o universo calcula até as menores coisas, como o bater de asas de uma borboleta para que duas pessoas se apaixonem. Um milagre inevitável. Prefiro não acreditar que nos encontramos por uma mera coincidência.”

O deus da água, Habaek, tenta convencê-la de todas as formas de que ela é a serva dos deuses e que ela precisa servi-lo, caso ao contrário, ela irá sofrer consequências. A jovem simplesmente não dá a mínima para que Habaek disse e continua achando que ele possui delírios. Estranhamente a jovem começa a escutar vozes de plantas e pensamentos de algumas pessoas, ela começa a achar que sua sanidade mental está afetada. Essas cenas me deram bons ataques de risos. A jovem então se lembra do que Habaek disse. Ela acha loucura tudo isso mas decide procurar o deus da água e assim ela acaba ajudando-o mesmo não acreditando.

Sabe aquele meme só acredito vendo e mesmo vendo você ainda não acredita? Então, foi exatamente o que aconteceu com a So-ah quando ela sofreu um atentado e o deus da água o salvou com seus poderes que apareceram misteriosamente na hora de salva-la.

© Créditos/Reprodução: A Noiva de Habaek (하백의 신부) / tVN

As coisas para a jovem ficam ainda mais estranhas, mas interessantes para nós que assistimos, quando Bi-ryeom, deus do vento, interpretado pelo ator Gong Myung e a deusa da água, Mu-ra, interpretada pela atriz Krystal Jung, aparecem. Além disso também tem um semideus misterioso que vive no mundo dos humanos mas que eu não vou revelar qual é; Afinal, se eu falar muito aqui vai acabar perdendo a graça.. O drama é bem curtinho e só tem dezesseis episódios.

O que eu achei de A Noiva de Habaek? ⤸

O drama começou a me deixar coma quela sensação de “preciso maratonar este drama” a partir do terceiro episódio. Eu achei o deus da água muito lindo, confesso!

A história do drama é bem legal e eu percebi que todas as provações que o Habaek passou no mundo dos humanos ajudaram ele a se tornar um deus melhor e ser mais compreensivo.E eu achei bem interessante o semideus também, metade deus e metade humano. Ele é visto pelo os outros deuses como alguém que destrói tudo o que toca e que tem o poder da morte; apesar de todos esses julgamentos que o semideus recebe ele tenta controlar os seus poderes para ser uma boa pessoa. Então tem uma lição aí bem legal que o drama ensina, que não devemos tirar conclusões precipitadas sobre alguém.

Algumas músicas do drama ⤸

  • 이렇게 좋은 이유 – The Reason Why
  • 사비나앤드론즈 – Glass Bridge
  • 니가 없는 날 – Without You
  • 생각이 납니다 – Reminds Me of
  • _Kassy(케이시)– 꿈꾸던 날

E o que vocês acharam da resenha? Já assistiram a Noiva de Habaek? Me contem aqui nos comentários o que acharam e o que vocês estão assistindo atualmente ♥

7 respostas para “A Noiva de Habaek”

  1. Oiêêê….miga!!!!

    Tudo bem contigo?
    Assisti esse também. Confesso que no começo tava achando meio esquisitinho, talvez porque não curti muito a prota, mas superei e acabei gostando. Tem uma pegada cômica no início. Muito inteligente colocar uma cética e decepcionada psiquiatra para interagir com um Deus mimado e egocêntrico, que casal improvável. E por falar em Deus…que Deus da Água, heim?!
    Mas, Lizzie, mudando de dorama, se não assistiu, assista HEALER, só para te incentivar, o prota é o maravilhoso Ji Chang Wook (mais um ladrão do juízo da gente…aaafff!!), não vou falar mais nada…assista e depois me conta!!
    Bj…

    • Oiii miga, estou bem e você? *-*
      Concordo contigo sobre o casal parecer bem improvável. Eu ri bastante sobre ele alegando ser um deus e a médica achando que ele tinha problemas psiquiátricos haha
      Irei assistir Healer e depois te conto o que achei ♥

  2. Oiê. Também no começo do drama estava achando chatinho, mas como muitos que já vi, fiquei empolgada no decorrer, esse não foi diferente, amei e já entrou na lista dos favoritos. Agora estou assistindo Hiena e Itaewon Class, que logo no primeiro episódio entraram na minha lista dos preferidos. Agora nessa época de ficar em casa, assistir Doramas está sendo minha distração. Besos

    • Oii Isa, tudo bom miga? 😉
      Sim, tem dramas que são um pouco chatinhos no começo e só começam a ficam empolgantes no decorrer rs Realmente, durante essa quarentena só os dramas para nos distrair :B

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hello!

(Elizabeth) — Ítalo-brasileira, aspirante a filha de Poseidon, nascida em meados do século XX. Rainha dos dramas e das gambiarras que vive no mundo dos livros e dos doramas. Saiba mais!