Escritos de Rhaíra | Peter Loubet

Andar sobre uma cartela cheia de ovos

By on maio 7, 2017
pexels-photo-191070

E aos poucos vou me afastando, deixando de conversar sobre certos assuntos. Certas palavras nos machucam mais que uma faca cravada em nossas costas. Minha mãe sempre costuma dizer que conversar com pessoas assim é como andar sobre uma cartela cheia de ovos prestes a se quebrarem.

Engraçado como o mundo da voltas e muda a nossa forma de vê-lo e principalmente a forma de ver as pessoas. Nem tudo é o que parece e nem todos são como pensamos. A decepção chega aos poucos e geralmente é na forma de atitudes e palavras. Quem sou eu para dizer algo? É aquele ditado, apenas observo.

Ps: Você é um babaca, Peter Loubet!
Ps: Mas um babaca lindo.. Ah que merda, Loubet!

 

Continue Reading

Escritos de Rhaíra | Peter Loubet

Um ano, seis meses e três dias

By on abril 29, 2016

LP6E5BCIJP

Certa vez li que a única razão para sermos tão apegados a memorias é que elas não mudam, mesmo quando as pessoas já tenham mudado. Acabo de constar o quão verdadeira é essa frase.

Depois de quase dois anos, Peter e eu tivemos a briga mais feia e intensa da qual nunca tivemos, até ontem. A pior coisa, além de brigar com se ama, é acabar sendo culpada por algo que não se tem culpa alguma e acordar com uma sensação de vazio e a certeza de que se está nos seis degraus de separação. Quando nos encontramos nesses seis degraus de separação, infelizmente, acabamos fazendo diversas coisas por desespero, acabamos chegando ao ponto até de se humilhar para não perder a pessoa que ama mas nem sempre conseguimos o objetivo.

Havia um forte esperança em mim que as coisas dessem certo e fossem diferentes desta vez mas o destino não tinha este mesmo proposito – novamente. Peter Loubet acabou se tornando apenas mais um cara da qual prometeu amor sincero e eterno, além das promessas de envelhecermos juntos e tudo isso à distancia durante um ano, seis meses e três dias.

Agora todos os momentos felizes que imaginei ao seu lado quando o visse, parece estarem todos se desfazendo, tornando-se cinzas. Cinzas da qual dificilmente irá renascer como uma fênix.

Escritos de Raíra

Continue Reading